Balanço Patrimonial – O que é e como fazer seu fechamento?

Tempo de leitura: 4 minutos

O Balanço Patrimonial é o relatório contábil mais importante para a gestão de uma empresa, além de ser a principal Demonstração Financeira obrigatória por Lei para a maioria das pessoas jurídicas em atividade no país.

Ainda assim, são poucos os empresários que se atentam à importância deste documento. Portanto, se você é contador, empreendedor e/ou empresário, é imprescindível que você tenha conhecimento do que é um Balanço Patrimonial e como fazer o fechamento deste para estar preparado para direcionar seu cliente, sócios e parceiros.

A importância do Balanço Patrimonial

O relatório do Balanço Patrimonial (BP) mostra a situação atual do patrimônio da empresa e reflete sua situação financeira, em termos quantitativos e qualitativos, dentro de um determinado período; seja ao fechamento de ciclo em uma data pré-estabelecida ou ao final de cada ano.

O principal objetivo do BP é atingir a igualdade patrimonial ao equilibrar os bens e direitos da empresa (ativo) com as obrigações e participações dos acionistas (passivo). Ou seja, mostra de maneira prática e organizada quais são (aspecto qualitativo) e quanto valem (aspecto quantitativo) os bens, direitos e obrigações da empresa.

É através deste relatório que é possível entender a situação do capital de giro; identificar as dívidas para o próximo ano, o índice de inadimplência, a proporção do capital imobilizado dentro da organização e a evolução do Patrimônio Líquido com o passar dos anos; e traçar uma projeção de crescimento para os anos seguintes.

Sendo assim, o Balanço Patrimonial exerce um papel que vai muito além do cumprimento das obrigações legais, por exemplo:

  • Acesso a informações gerenciais

Através da análise dos dados apresentados, é possível ter uma visão ampla de todo o funcionamento da empresa para aplicação de novos processos na gestão empresarial.

  • Evolução da empresa

Acompanhar a evolução anual do Balanço Patrimonial permite uma avaliação clara e assertiva sobre a evolução da empresa, facilitando futuras projeções para planejamentos de ações a curto, médio e longo prazo.

Fique por dentro de todos os procedimentos de uma Auditoria Contábil clicando aqui.

Estrutura e conceitos do Balanço Patrimonial

O Balanço Patrimonial é constituído de duas colunas. Uma do grupo ativo e uma do grupo passivo.

Ativo

No ativo, compreendem-se os bens, direitos e demais aplicações controladas pela organização capazes de gerar benefícios econômicos futuros; por exemplo, saldo positivo em conta corrente, estoque, carro, imóveis, etc.

Aqui, deve-se evidenciar os aspectos qualitativos e quantitativos (quais são e quanto valem os bens e direitos da empresa)

Passivo

No passivo, são incluídos os salários, contas e impostos a pagar; ou seja, todas as obrigações que a empresa possui com terceiros, por sua natureza e expressão monetária.

Patrimônio Líquido

Já o Patrimônio Líquido compreende as obrigações para com a empresa. São os recursos investidos pelos sócios e acionistas. Pode ser calculado a partir da diferença entre o Valor do Ativo e do Passivo.

Balanço

Ativo = Passivo + PL; Aplicações = Origens; Bens + Direitos = Obrigações. 

Como o próprio nome já diz, é uma balança e precisa ter equilíbrio. Significa que os dois lados precisam ser iguais. Caso haja desigualdade entre os lados, há erros de contabilidade que precisam ser identificados e revistos.

Veja abaixo:

ATIVO

bens + direitos

PASSIVO

obrigações com terceiros

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

obrigações com a empresa 

(diretores, acionistas, etc.)

Total Ativo = Total Passivo

Fechamento do Balanço Patrimonial

No momento de fechamento, deve-se reunir todas as informações sobre movimentações realizadas dentro do ciclo analisado. É imprescindível que essa demonstração contábil seja conferida para garantir a exatidão das informações. Desta forma, permite-se uma análise precisa para uma melhor gestão do negócio.

Anote as etapas para o fechamento do Balanço Patrimonial:

1) Análise das movimentações

O primeiro passo do fechamento do BP é analisar todas as movimentações e organizar as operações que causaram um impacto financeiro ou patrimonial na empresa. Aqui, compreende-se as áreas: financeira, trabalhista, contábil, fiscal, estoque e outras.

2) Conciliação dos saldos

Na sequência, devemos encontrar o saldo exato de todas as contas da empresa, considerando saldos anteriores e as movimentações dentro do ciclo analisado.

3) Ajustes e reclassificações patrimoniais

Depois de reunir e conciliar todos os saldos, é necessário realizar os ajustes necessários nas contas para corrigir eventuais equívocos ou seguir novas exigências legais.

4) Apresentação da demonstração

Agora, baseando-se em todas as informações levantadas, basta organizá-las de acordo com as normas do Balanço Patrimonial e entregá-las aos gestores para que sejam feitas as análises gerenciais e posteriormente ao fisco, em caso de necessidade.

 

E-book gratuito com Dicas e Orientações de como Iniciar um Escritório Contábil.

Você tem ou gostaria de iniciar um Escritório Contábil?

Imagine ter um escritório organizado, bem administrado e com grandes possibilidades de sucesso?

E-book gratuito com tudo que você precisa dominar para ser um verdadeiro Contador Profissional.

Você gostaria de ter a Prática Contábil?

Dominar as atividades do dia a dia de um contador e atuar na área Fiscal, Contábil e Legal da contabilidade?

Imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Criamos um programa completo que ensina tudo que um contador precisa saber no dia a dia, Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa da Prática Contábil, CLIQUE AQUI e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil