Manual do Contador

Tempo de leitura: 5 minutos

Para um bom contador, meia informação não basta. Por este motivo, a consulta e registro de informações são bases sólidas de todo o setor de contabilidade.

Para que o controle sobre as ações contábeis seja o mais eficaz possível, órgãos federais, estaduais e municipais, já disponibilizam ferramentas online para consulta e registro de documentos, que reúnem de forma organizada e intuitiva, todas as informações úteis ao fisco brasileiro.

A internet, como fator importante da modernização contábil, vem contribuindo para a desburocratização dos processos contábeis e tributários. Contudo, é importante conhecer os principais sites e ferramentas de contabilidade, para evitar riscos de fraudes e afins.

Contador: seus principais links

Para te auxiliar neste tour e conhecimento, preparamos este “guia de bolso” com os principais sites e links para profissionais de contabilidade. Confira abaixo cada um deles, suas respectivas funções e URLs:

  • Receita Federal
  • Consultas e Comprovantes de CNPJ – O CNPJ compreende as informações cadastrais das entidades de interesse das administrações tributárias da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.
  • Simples Nacional – O Simples Nacional é um regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte.
  • Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE – A CNAE é o instrumento de padronização nacional dos códigos de atividade econômica e dos critérios de enquadramento utilizados pelos diversos órgãos da Administração Tributária do país.
  • Tributos Federais Tributos federais administrados pela Secretaria da Receita Federal do Brasil. Impostos de renda (pessoa física e pessoa jurídica), contribuições sociais, etc.
  • Imposto de renda para pessoa física
  • Imposto de renda para pessoa jurídica
  • DARF, DAS, GPS e DAE – Documentos de arrecadação da Receita Federal. Cálculo, emissão e reemissão.
  • Sefaz/ SP – A Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (Sefaz/SP) é a responsável pela arrecadação dos tributos estaduais, entre eles o ICMS, IPVA e ITCMD, pela gestão financeira e controle da execução orçamentária da administração estadual. Consulte outras Secretarias no link do Sintegra, abaixo.
  • Sintegra – consiste num conjunto de procedimentos administrativos e de sistemas computacionais de apoio que está sendo adotado simultaneamente pelas Administrações Tributárias das diversas Unidades da Federação. Do lado dos contribuintes, o propósito é o de simplificar e homogeneizar as obrigações de fornecimento de informações relativas às operações de compra, venda e prestação de serviços. Do lado dos fiscos estaduais, o objetivo é o de propiciar maior agilidade e confiabilidade ao tratamento das informações recebidas dos contribuintes e à troca de dados entre as diversas UFs.
  • Portal da Nota Fiscal Eletrônica (NFe) – portal desenvolvido como finalidade de alteração da sistemática atual de emissão da nota fiscal em papel por nota fiscal eletrônica com validade jurídica para todos os fins.
  • Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (MDF-e) – objetiva a implantação de um modelo nacional de documento fiscal eletrônico que venha substituir a sistemática atual de emissão do documento em papel, com validade jurídica garantida pela assinatura digital do emitente, simplificando as obrigações acessórias dos contribuintes e permitindo, ao mesmo tempo, o acompanhamento em tempo real das operações comerciais pelo Fisco.
  • Conhecimento de Transporte Eletrônico (CT-e) objetiva a divulgação de informações sobre o Conhecimento de Transporte Eletrônico, coordenada pelo ENCAT e desenvolvida em parceria com a Receita Federal do Brasil, tendo como finalidade a alteração da sistemática atual de emissão de conhecimento de transporte em papel por conhecimento de transporte eletrônico com validade jurídica para todos os fins.
  • Sped – consiste na modernização da sistemática atual do cumprimento das obrigações acessórias, transmitidas pelos contribuintes às administrações tributárias e aos órgãos fiscalizadores, utilizando-se da certificação digital para fins de assinatura dos documentos eletrônicos, garantindo assim a validade jurídica dos mesmos apenas na sua forma digital.
  • Cadastro Sincronizado – O projeto Cadastro Sincronizado Nacional (CadSinc) representa a integração dos procedimentos cadastrais relativos às Pessoas Jurídicas e demais entidades no âmbito das Administrações Tributárias da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e dos demais órgãos e entidades que participem do processo de formalização e legalização de empresas – denominados convenentes.
  • Rede Simples – conjunto de sistemas informatizados, interoperáveis que foram colocados à disposição do cidadão para realizar o processo de registro e legalização das pessoas jurídicas (inscrição, alteração e baixa) no âmbito da União, Estados e Municípios, conforme disposto na Lei Complementar 123/2006 e na Lei 11.598/2007
  • Previdência Social – sistema de consulta e informações sobre contribuições, benefícios e demais direitos previstos em lei para o trabalhador brasileiro.
  • E-Social – Por meio desse sistema, os empregadores passarão a comunicar ao Governo, de forma unificada, as informações relativas aos trabalhadores, como vínculos, contribuições previdenciárias, folha de pagamento, comunicações de acidente de trabalho, aviso prévio, escriturações fiscais e informações sobre o FGTS.

Acesse os links acima, salve-os para futuras consultas/solicitações, e mantenha-se informado sobre a atualização de softwares disponibilizados e sobre a informatização de processos ainda manuais. O Ministério da Fazenda, através de seus órgãos competentes, vem trabalhando para tornar os seus ambientes online cada vez mais seguros e abrangentes.

Espero ter ajudado com estas informações.

Até breve!