O que é o CAEPF? Como funciona e para que serve essa obrigatoriedade?

Tempo de leitura: 3 minutos

Sabemos que tanto os contribuintes quanto as empresas estão sujeitos a diferentes obrigações fiscais. Por conta disso, é importante estar por dentro das mudanças relacionadas ao assunto, assim como entender o que é o CAEPF.

Essa nova obrigação entrou em vigor no início de 2019 e é válida para um grupo restrito de Pessoas Físicas. 

Mas, afinal, você sabe o que é o CAEPF, quem precisa fazer e para que serve? Preparamos um conteúdo para esclarecer as principais dúvidas sobre o tema, para que você saiba como manter a sua situação sempre regularizada. Continue a leitura!

O que é o CAEPF?

Vamos descobrir o que é o CAEPF para então entender como ele funciona. Criado pela Receita Federal, o Cadastro de Atividade Econômica de Pessoa Física vem para substituir o CEI — Cadastro Específico do INSS.

O CAEPF tem como principal objetivo coletar, identificar e acessar os dados relacionados às atividades econômicas da pessoa física. Uma vez que é administrado pela Receita Federal, promove a uniformidade dos cadastros e permite que o acompanhamento dos dados e a fiscalização sejam mais eficientes.

Para quem serve a obrigatoriedade do CAEPF?

Agora que você já sabe o que é o CAEPF, deve entender se precisa ou não realizar o cadastro. Na Instrução Normativa de 2018, temos na Seção I, que refere-se à Obrigatoriedade de Inscrição, cinco situações em que a pessoa física é obrigada a se inscrever no CAEPF.

  • Segurado especial;
  • Contribuinte que tem ao menos um funcionário prestando serviço para ele;
  • Produtor rural cuja atividade constitua fato gerador da contribuição previdenciária;
  • Pessoa física, não produtor rural, que adquire produção rural para venda;
  • Titular de cartório, caso em que a matrícula será emitida no nome do titular.

Como funciona esse cadastro?

É importante lembrar que depois da criação do CAEPF, o CEI deixou de ter validade. Por isso, atente-se a essa regularidade. Sabendo o que é o CAEPF e se você se enquadra em uma dessas obrigatoriedades, é o momento de realizar a inscrição. Confira esse passo a passo:

  • Passo 1: acesse o portal eCAC, da Receita Federal. 
  • Passo 2: escolha a forma de acesso, por meio de código de acesso ou certificado digital.
  • Passo 3: escolha a opção “cadastros” e informe os dados pedidos.

É simples assim! Caso você prefira, também pode ir pessoalmente a uma das unidades da Receita Federal para solicitar a inscrição no CAEPF. Mas não se esqueça: a inscrição deve ser realizada em no máximo trinta dias a partir do início da atividade econômica exercida.

Outra questão a se atentar é o caso de produtores rurais que possuem mais de uma propriedade rural. Nestes casos, o indivíduo deve fazer uma inscrição para cada propriedade em que tenha o exercício da atividade econômica, mesmo sendo no mesmo município.

Por fim, agora que você já sabe o que é o CAEPF e quem são as pessoas que devem realizar a inscrição, é importante atentar-se a todos os detalhes para que você possa exercer as suas atividades remuneradas, mantendo a situação regularizada, evitando penalizações e cobranças de multas.

E-book gratuito com tudo que você precisa dominar para ser um verdadeiro Contador Profissional.

Você gostaria de ter a Prática Contábil?

Dominar as atividades do dia a dia de um contador e atuar na área Fiscal, Contábil e Legal da contabilidade?

Imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Criamos um programa completo que ensina tudo que um contador precisa saber no dia a dia, Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa da Prática Contábil, CLIQUE AQUI e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil

1 comentário


  1. Atualizador. É sempre bom pois acaba funcionando com uma reciclagem.

Comentários encerrados.