Quais especializações um contador pode fazer?

Tempo de leitura: 6 minutos

A carreira de alguém formado em contabilidade pode seguir por diversos caminhos diferentes. Tudo depende de qual área o profissional decide se aprofundar e fazer especializações. A contabilidade abrange diversas oportunidades em áreas operacionais, táticas e estratégicas. 

Além disso, o profissional pode ser desde contador tradicional em um escritório contábil até ter o próprio escritório ou ser consultor, auditor, perito contábil, analista financeiro, entre outros. 

Há também oportunidades em cargos de gestão em grandes empresas. Por exemplo, o contador experiente também pode ser gerente financeiro, controller e diretor. No entanto, é preciso investir em capacitação profissional. 

Por que fazer especializações?

Em primeiro lugar, há inúmeras vagas que exigem uma especialização. Muitas pedem características como capacidade analítica e gerencial, atualização sobre a legislação tributária e fiscal, por exemplo. Ou seja, se você deseja evoluir na carreira, ganhar promoção ou ter aumento salarial, é essencial ter uma especialização.

Essa também é uma forma de se destacar, mostrando que você é um profissional que se preocupa em estudar, aprender e se atualizar. Uma especialização ajuda você a se diferenciar em uma entrevista de emprego ou em uma oportunidade de subir de cargo.

Vale lembrar que cargos de gestão exigem preparação, anos de experiência e especializações. Antes disso, é preciso mostrar conhecimento e adquirir habilidades, como fazer análises de relatórios e interpretar dados. 

Por último, aumentar seus conhecimentos é se valorizar profissionalmente. Se você tem um escritório contábil, poderá oferecer novos serviços e aperfeiçoar os que já oferece. Já se trabalha em uma empresa, suas chances de evoluir na carreira aumentam.

Descubra qual área de especializações você mais gosta 

Conforme foi dito, há muitas possibilidades dentro da contabilidade. Então, é preciso identificar quais tarefas e temas você mais gosta. Gestão de tributos, gestão financeira, finanças corporativas, contabilidade previdenciária, auditoria e controladoria. Esses são só alguns exemplos. Há muita variedade de especializações.

Pós-graduação é mais indicada para quem busca crescimento profissional. Já quem gosta da área acadêmica, focada em pesquisas, ou pretende dar aulas em universidades, mestrado e doutorado são os mais indicados. 

O primeiro passo é listar as áreas que mais te agradam. Em seguida, pesquise sobre a grade curricular do curso. Também vale verificar quais cursos estão em alta e vão fazer você se destacar mais. Por exemplo, se há poucos profissionais especializados em determinada área, provavelmente suas chances de sucesso serão maiores. 

Trabalhe seus pontos fracos

Depois de listar as áreas que você mais gosta, pense nos cargos que almeja e em quais qualidades você precisa desenvolver para chegar ao seu objetivo. Todo mundo tem algum ponto fraco que precisa ser melhor trabalhado. 

Quando se fala em especialização, as pessoas costumam pensar apenas em cursos voltados à área específica de atuação. No entanto, não basta ter conhecimento e não saber apresentá-lo, por exemplo. 

Vou explicar melhor. Se deseja conquistar um cargo de gestão, você precisa necessariamente saber liderar, falar em público, ser resiliente, desenvolver inteligência emocional, ser organizado, saber lidar com diferentes perfis de pessoas, entre outras características.

Ou seja, é extremamente importante reconhecer seus pontos fracos e se esforçar para melhorá-los. Cogite a possibilidade de fazer cursos de oratória, liderança e gestão de tempo, caso tenha dificuldades nessas áreas. 

Lembre-se que quem se destaca no ambiente de trabalho e até mesmo em uma entrevista de emprego é quem sabe se comunicar melhor, falar com confiança e expressar-se com clareza. Essas características podem ser adquiridas e lapidadas em cursos específicos. 

Inteligência artificial

Cursos voltados para a área de tecnologia, especialmente inteligência artificial, também são ótimas opções de especializações porque podem ser direcionados para a contabilidade e há inúmeras possibilidades de aplicações.

Inteligência artificial é a ciência de treinar um computador para executar tarefas, programá-lo para aprender e, assim, aumentar a eficiência de cada processo. Na prática, por meio de algoritmos, o computador pode analisar grandes volumes de dados em pouco tempo, reconhecer padrões e identificar irregularidades. 

É possível realizar classificação fiscal de documentos, fazer análise de comportamento dos indicadores de resultado, identificar pontos de auditoria, entre outras tarefas voltadas à contabilidade. Ou seja, essa tecnologia fornece informações relevantes para o profissional planejar e tomar decisões assertivas. 

O profissional de contabilidade deixa de fazer tarefas simples para desenvolver atividades mais complexas, como a de um consultor, por exemplo. Quem sabe usar inteligência artificial a seu favor está à frente dos demais, porque essa é uma área que ainda é pouco explorada por contadores e tende a crescer nos próximos anos.

Inglês

Inglês é requisito básico. Quem não tem domínio da língua, dificilmente se destaca em qualquer carreira. O profissional de contabilidade precisa lidar frequentemente com ferramentas digitais que utilizam termos em inglês. 

Além disso, há teste de língua inglesa para fazer MBA, por exemplo. Quem tem interesse em fazer mestrado também deve ter conhecimentos em outro idioma, principalmente em inglês. Isso porque as principais obras e estudos científicos são publicados nesse idioma. 

Master in Business Administration (MBA)

Master in Business Administration é um termo em inglês que significa Mestre em Administração de Negócios. É uma boa maneira de ganhar visibilidade no mercado, desenvolver novas competências administrativas e expandir o networking.

Conhecimentos e princípios de administração são os pilares do curso. Contudo, a grade curricular é bem diversificada e o aluno pode escolher disciplinas que mais se adequem à carreira dele, como finanças, contabilidade e recursos humanos.

Trata-se de um curso de especialização voltado para profissionais que já possuem experiência no mercado de trabalho. É preciso estar na área há, pelo menos, três anos. Se esse não é o seu caso, não se preocupe, coloque na lista de cursos futuros, mas já comece a se preparar agora.

Planejamento 

Antes de escolher um curso, pense na duração dele e organize sua rotina para que tenha tempo de ir às aulas e de estudar o que está aprendendo. Se você tem pouco tempo disponível, pense na possibilidade de fazer cursos on-line. 

Também é importante pensar no valor. Faça uma planilhas de gastos, corte excessos e veja quanto pode pagar por mês. Entretanto, lembre-se que investir em você é sempre o melhor investimento. 

Comece a desenvolver organização e disciplina. Essas qualidades vão te ajudar não apenas no estudo, mas também na evolução da vida profissional. Então, faça um planejamento e comece sua pesquisa para escolher o curso que mais se adapta às suas necessidades.

E-book gratuito com tudo que você precisa dominar para ser um verdadeiro Contador Profissional.

Você gostaria de ter a Prática Contábil?

Dominar as atividades do dia a dia de um contador e atuar na área Fiscal, Contábil e Legal da contabilidade?

Imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Criamos um programa completo que ensina tudo que um contador precisa saber no dia a dia, Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa da Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil