Quem está obrigado a entregar o IRPF 2021?

Tempo de leitura: 2 minutos

Quem ganhou acima de R$ 28.559,70 em 2020, quer seja assalariado, aposentado ou autônomo permaneceu obrigado a entregar a declaração do imposto de renda. Em 2021 havia a possibilidade de atualização da tabela do imposto de renda, porém a mesma não ocorreu. Dessa forma,  as mesmas faixas de tributação dos anos anteriores foram mantidas .

O grande impacto neste ano é a obrigação daqueles que receberam o auxílio emergencial   para enfrentar a pandemia de Covid-19 durante o ano de 2020.

Conforme o site da Receita Federal – Gov.br – Regras de Obrigatoriedade, são obrigados a declarar o Imposto de Renda da Pessoa Física, aqueles que, caso tenham recebido junto com o auxílio, outros rendimentos tributáveis em valor anual superior a R$ 22.847,76. O contribuinte que tiver rendimento maior que esse valor, deverá devolver o auxílio emergencial. 

A estimativa é que cerca de 3 milhões de declarações de nível nacional precisem fazer a devolução. A devolução do valor recebido do auxílio será feita pelo titular ou dependentes das declarações de IR. Os valores recebidos indevidamente  serão devolvidos por meio de DARF a ser gerado na hora da entrega da declaração. 

Outras informações importantes para quem é obrigado a entregar o IRPF:

  • Em relação à atividade rural, o contribuinte que obteve receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50; 
  • Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40.000,00;  
  • Quem obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Qualquer pessoa que teve em 31 de dezembro, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00. 

É necessário, sempre consultar o informe de rendimentos para verificar toda a verba recebida no ano, além disso, há outras situações que obrigam os contribuintes a declararem o imposto de renda, por isso é tão importante estar atento à obrigatoriedade. 

Lembrando que o não envio da declaração dentro do prazo, resulta em multa por atraso. 

Se você não se encaixa em nenhuma dessas categorias acima mencionadas, não está obrigado a declarar o IR – ou seja, estará isento.

Contador Profissional

E-book gratuito com tudo que você precisa dominar para ser um verdadeiro Contador Profissional.

Você gostaria de ter a Prática Contábil?

Dominar as atividades do dia a dia de um contador e atuar na área Fiscal, Contábil e Legal da contabilidade?

Imagine aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

Criamos um programa completo que ensina tudo que um contador precisa saber no dia a dia, Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa da Prática Contábil, CLIQUE AQUI e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *