Termos Contábeis que todo contador precisa conhecer – Glossário

Termos Contábeis que todo contador precisa conhecer – Glossário

Superávit, ativos, lucro, depreciação, déficit… Seja você um contador iniciante ou experiente, esses são termos contábeis que todo contador precisa conhecer. Sabemos que toda área profissional possui um dialeto próprio, com inúmeros termos  e abreviações conhecidos apenas por aqueles que atuam diariamente no setor.

Com tantos termos contábeis e siglas existentes, até mesmo contadores com anos de experiência, às vezes precisam parar e consultar o significado de algum deles, né? Afinal, com um glossário próprio tão extenso, decorar todos esses termos contábeis é um verdadeiro desafio para os contadores e algo quase impossível para aqueles que estão iniciando. 

Pensando nisso, reunimos os principais e mais complicados termos contábeis e seus significados, para que você utilize este artigo sempre que precisar.

Termos Contábeis: Glossário do Contador

A

Ação/Ações: Direito sobre ativos e lucros da empresa. As ações representam uma fração do capital social de uma empresa. Ao comprar uma ação o investidor se torna sócio da empresa. Quando a empresa tem capital aberto, essas ações podem ser negociadas na Bolsa de Valores

Acionista: Pessoa física ou jurídica que possui parte das ações e patrimônios de uma empresa. Podendo se encaixar no perfil minoritário ou majoritário (com menor ou maior cota de ações pertencentes). 

Ativos: Ativos são parte do patrimônio da empresa que corresponde aos seus bens e direitos, dividindo-se em circulante (curto prazo) e não-circulante (longo prazo).Em resumo, os ativos são tudo que pode ser transformado em dinheiro, seja de imediato (dinheiro me conta por exemplo), ou vendido para gerar lucro.

Amortização: extinção ou redução parcial de uma dívida com pagamentos periódicos em que cada uma das parcelas é parte do valor total da dívida, incluídos os juros. Geralmente, é usada em empréstimos bancários e compra de imóveis.

B

Balanço patrimonial: demonstração contábil que apresenta a situação patrimonial da empresa em um determinado momento ou período.

Balanço Social: Conjunto de dados que demonstram as atividades de uma empresa com a sociedade. Tem como propósito publicar a gestão econômico-social e o relacionamento com a comunidade na qual ela está inserida. 

C

Capital Social: Valor definido em contrato ou estatuto, aplicado pelos sócios ou acionistas nas operações e movimentações da empresa.

Capital de terceiros: Se resume aos recursos captados com pessoas e entidades terceiras, alheias ao quadro de sócios e acionistas.

Capital próprio: recursos financeiros obtidos pelas atividades da empresa, de seus sócios ou acionistas. Equivale ao patrimônio líquido.

Custo: gastos relativos à fabricação de um produto, à venda de uma mercadoria ou à prestação de um serviço.

D

Depreciação:  perda de valor de um bem decorrente de seu uso, do desgaste natural ou de sua obsolescência.

Déficit: Resultado originado por despesas pagas maiores que receitas.(valor recebido)

DFC: Demonstração do Fluxo de Caixa: Documento que demonstra a realidade financeira da empresa, com entradas, saídas e também financiamentos e investimentos.

DMPL: Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido: Verifica  flutuações ocorridas nas contas que compõem a situação líquida da empresa.

DRE: Demonstração do Resultado do Exercício: responsável pelo confronto entre contas de resultado para verificação de lucro ou prejuízo no exercício.

Deságio: Depreciação do valor nominal de um título ou do preço de uma mercadoria em relação ao seu valor de mercado

E

EBITDA: No inglês “Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization”, significa “lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização”. 

Eireli: Empresa Individual de Responsabilidade Limitada. É uma modalidade empresarial, na qual há apenas um sócio. 

Exaustão: conta que recebe os lançamentos de diminuição de ativos permanentes como jazidas e florestas, em decorrência de sua exploração. A base de cálculo da quota anual de exaustão é o custo de aquisição dos recursos minerais explorados.

Exercício Social: Período de 12 meses quando ocorre o encerramento e divulgação das demonstrações contábeis.

Estoque: todos os bens da empresa que são destinados à venda ou ao consumo. Variam de acordo com a atividade exercida pela entidade.

F

Fato Contábil: São fatos que provocam mudanças no patrimônio ou no resultado de uma empresa.

Faturamento: é o total da receita de bens ou serviços vendidos em um período específico.

Fluxo de caixa: controla a movimentação financeira de determinado período, com registro de entradas e saídas.

G

Glosa de Despesas: Rejeição de despesas apresentadas ou registradas que se coloca em dúvida a sua autenticidade e exatidão. 

Gasto: são saídas de dinheiro da empresa. Pode ser custo, investimento ou despesa.

I

Incentivo Fiscal: Redução ou extinção de cobrança de um imposto com o objetivo de melhorar a economia de determinado segmento.

Imobilizado: esse é um dos termos contábeis que se integra aos bens e direitos destinados às atividades de uma organização. Exemplo: veículos, imóveis, maquinário etc. 

Imposto: valor devido ao governo federal, estados e municípios por pessoas físicas e jurídicas. Serve para custear parte das despesas de administração e dos investimentos do governo em obras de infraestrutura e serviços essenciais à população, como saúde, segurança e educação.

Investimento: são os recursos reservados e investidos em ações, participações, títulos ou qualquer outro ativo além da atividade principal da empresa. O objetivo é gerar ganhos patrimoniais ou intelectuais.

J

Junta Comercial: Um dos termos contábeis utilizados durante a abertura de uma empresa e representa o órgão governamental responsável pelos registros de comércio, para abertura ou fechamento de um negócio.

Juros: Taxa cobrada pelo uso de algum capital tomado como empréstimo, para uso próprio ou para repasse. 

L

Lucro: retorno positivo de um investimento, deduzido dos gastos que este exigiu.

– Lucro bruto: é a diferença positiva entre a receita total e o custo do produto ou serviço.

– Lucro líquido: é lucro bruto menos as deduções de imposto de renda e de outras taxas que a empresa ou o profissional deve pagar.

– Lucro operacional: é o resultado do lucro bruto deduzido das despesas operacionais, como administrativas, comerciais, financeiras líquidas e tributárias.

– Lucro acumulado: resultado positivo acumulado da empresa. Enquanto não são distribuídos ou capitalizados, podem ser considerados como reservas de lucros.

LTDA:  modalidade empresarial para empresas com mais de dois sócios.

Leasing: operação financeira entre uma empresa proprietária de bens e uma segunda empresa que usufrui desses bens através do pagamento de prestações. 

M

Margem: Um dos termos contábeis mais presentes na Contabilidade de Custos, a margem representa uma quantia em dinheiro que representa a sobra da receita geral obtida por meio da venda de um produto ou serviço.  

Moratória: Bem de propriedade da empresa que tem como propósito a venda para geração de resultados e lucro.

N

Nota promissória: título cambiário em que seu criador assume a obrigação direta e principal de pagar o valor correspondente no título

Notas explicativas – NE: Dados complementares às demonstrações contábeis que relatam situações concernentes aos números apresentados nas contas, os quais precisam de posicionamentos mais detalhados.

Numerário: dinheiro ou moeda. 

O

Obrigações: Dívidas da empresa e valores a serem pagos a terceiros.Exemplo: fornecedores 

P

Passivo: Obrigações da empresa com terceiros e com os sócios/acionistas. É dividido em circulante (curto prazo), não-circulante (longo prazo) e patrimônio líquido.

Patrimônio Líquido: Capital próprio ou recursos próprios de uma empresa. Ou seja, é a riqueza que a empresa possui, menos suas despesas. 

PECLD: A sigla significa “Perdas Estimadas em Créditos de Liquidação Duvidosa”, é a conta retificadora do ativo que mensura uma perda decorrente de clientes devedores.

R

Receita: entradas e ingressos de ativos que aumentam a situação líquida financeira da empresa. 

Regime de caixa: apuração de resultados considerando a entrada e saída de recursos monetários.

Regime de competência: apuração de resultados considerando o momento em que a transação ocorre.

S

Superávit: um dos termos contábeis mais utilizados na Contabilidade Pública para expressar o resultado originado por receitas maiores que despesas.

SEFAZ: Secretaria da Fazenda do Estado. É um órgão vinculado ao Ministério da Fazenda responsável pelo controle das receitas e das despesas dos estados e distritos federais. 

SELIC: Taxa básica de juros da economia no Brasil. 

T

Taxa Interna de Retorno: taxa hipotética obtida através dos fluxos de caixa de um investimento, utilizada para decisão de viabilidade de um projeto, comparada com a TMA determinada pelos sócios ou acionistas.

Taxa Mínima de Atratividade (TMA): Taxa de juros que especifica o mínimo de retorno que um investidor deseja ao aplicar capital. 

Tributo: Receita instituída pela União, pelos Estados, Distrito Federal e municípios, compreendendo impostos, taxas e contribuições, nos termos da Constituição Federal 

V

Valor Venal: Estimativa que o Poder Público realiza sobre o preço de determinados bens. A finalidade principal é servir de base para o cálculo de certos impostos.

Z

Zerar: Liquidar uma posição em títulos ou obrigações a pagar.

Domine Termos Contábeis e técnicas de contabilidade

Quer atuar na área contábil mas ainda não tem conhecimento técnico e prático suficiente exigido pelo mercado de trabalho? Conheça o treinamento Contador na Prática e domine as principais técnicas e habilidades contábeis de forma descomplicada.

Receba esses E-books Gratuitos

Guia Completo e Definitivo da Área Contábil + Raio X das profissões (Analista Fiscal, Contábil e Societário)

Receba gratuitamente em seu E-mail, informando seus dados abaixo.

Seja um profissional da área Contábil, mesmo que ainda não tenha a prática do dia a dia!

Você pode ter acesso a um atalho e dominar rapidamente Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, todas as rotinas e obrigações de empresas do Simples Nacional, Lucro Presumido, MEIs, Imposto de Renda e muito mais…

Se você está em busca de conhecimento para conquistar um bom emprego ou ter um escritório de contabilidade, clique no link abaixo e conheça o caminho mais rápido para ter a Prática Contábil.

TENHA A PRÁTICA CONTÁBIL